JESUS CRISTO ESTÁ VOLTANDO

Prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus. Amós 4:12

Rádio Inspirações Atos 3:21

A Rádio da Obra de Deus nesta Terra !! www.radioinspiracoes.com

JÁ LEU A BÍBLIA HOJE?

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. Hebreus 4:12

ORAI SEM CESSAR

1 Tessalonicenses 5:17

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Quem é a Rosa de Saron? (Ct 2)


Desde muito tempo se ouvi dizer que Jesus é a “ Rosa de Saron” e até em músicas evangélicas confirmam isso. Porém, se lermos com bastante atenção, versículo a versículo, veremos que existe um diálogo entre Salomão e sua amada Sulamita. Ela continua o seu diálogo do verso 16 completando no verso 1: Eu sou a rosa de Saron, o lírio dos vales. E no verso seguinte o esposo continua o diálogo: Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas. Cânticos 2:2

Sarom é o nome da planície estreita que se estende ao longo da costa do Mediterrâneo, ao sul do monte Carmelo. Cf. 1Cr 5.16; Is 35.2; 65.10.
(Rf Bíblia digital Ilúmina Gold)

O que precisamos fazer é estudar a palavra e não aceitar tudo o que afirmam por ai, precisamos pesquisar e fazer como os “bereanos”(Atos 17:11), examinar as Escrituras para não irmos pelo que dizem, mas pelo que estudamos e aprendemos com a Palavra de Deus.

Segue, um breve comentário do pastor Wagner Marques, que pastoreia a Igreja que está em Senador Vasconcelos, Campo Grande – RJ , para complementar o assunto:

“Infelizmente muitos não se preocupam com uma interpretação fidedigna do texto. O texto de Cantares pertence Ketuvins (odeio transliteração mas o farei) fazem parte dos Escritos, que estão classificados como Poéticos. Quando conseguimos entender o gênero literário, podemos começar a questionar o texto. Embora ele seja claro.
Durante muito tempo tem se pregado que este livro fala de Cristo, o noivo, e a Igreja, a noiva. Mas, não é bem assim, Salomão traz um diálogo entre o noivo e a noiva. Texto perfeito para palestras matrimoniais, texto exclusivo para casais.
Por ser linguagem poética é usado uma figura de linguagem, onde ela se compara a uma rosa de um lugar chamado Saron, expressando a beleza que possuía (comparação) ou seja a noiva possuía uma beleza que se assemelhava a desta Rosa
O Profeta Isaías faz da mesma forma. Is 35:2
O texto não quer dizer que é Cristo e não diz ser à igreja, mas transcreve através de uma Hipérbole (descrição exagerada) a beleza que a noiva possuía.

Deus te abençoe e fique na paz do Senhor!



Tamyres- Blog Jesus Cristo está Voltando
Imagem do blog

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

INTRODUÇÃO Á CÂNTICO DOS CÂNTICOS

O LIVRO

O título Cântico dos Cânticos (Ct) comumente dado a este breve mas belíssimo livro é uma expressão que corresponde literalmente ao início do texto hebraico da Bíblia: shir hashirim. Trata-se de uma fórmula idiomática muito condensada, cujo sentido pode explicar-se com propriedade como: “o mais formoso dos cantos” ou “o poema mais sublime.” Cântico dos Cânticos é um poema distribuído em estrofes, nas quais, alternadamente, dois namorados manifestam os seus recíprocos sentimentos numa linguagem apaixonada, de alto nível literário e brilhante colorido. Tudo nesse poema enfeitado de símiles e esplêndidas metáforas orienta-se para a exaltação do amor entre o homem e a mulher, nessa irresistível e mútua atração que inspira as palavras e determina as atitudes dos namorados. Em Cântico dos Cânticos, o esposo olha a esposa como um modelo de perfeições, contempla-a pelo cristal daquilo que considera mais apetecível, seja vinha ou fonte, jardim ou “nardo e açafrão” (1.6; 2.15; 4.12-14; 5.1; 8.12). A beleza dos namorados e as delícias do amor são como os frutos da terra, os lírios, o vinho, o leite ou o favo de mel (4.3,11; 5.1,13; 6.2,7; 7.7-9; 8.2). Também, desde os mais altos expoentes da lírica, o poema expressa, às vezes, a angústia pela ausência do amado (1.7; 3.1-3; 5.8), a felicidade do encontro (2.8-14; 3.4) e, sobretudo, o desejo intenso da mútua entrega (1.2-4; 8.1-3).

A INTERPRETAÇÃO

Ao longo da história, o sentido das metáforas propostas pelo Cântico dos Cânticos tem sido recusado, apesar da sua evidência. Para muitos intérpretes, tanto judeus como cristãos, parecia impensável que, entre os demais livros da Bíblia, pudesse haver um de caráter secular, cuja finalidade não fosse outra senão festejar a felicidade dos esposos unidos por um amor propriamente humano.

Por isso, desde longa data tratou-se de encontrar no livro um segundo sentido, de estrita natureza religiosa e oculto por debaixo daquilo que aparece à primeira vista. Assim, o Judaísmo o interpretou como uma exaltação alegórica da aliança de Javé com Israel. Depois, a Igreja viu o seu relacionamento com Cristo prefigurado nos namorados protagonistas do poema. E, por último, a mística cristã descobriu neles a mais perfeita referência à união da alma com Deus. No entanto, todos esses critérios, condicionados pelo próprio sentimento religioso daqueles que os sustentavam, têm obscurecido durante séculos a interpretação mais singela e imediata de Cântico dos Cânticos e a sua vinculação literária e de pensamento com antigos hinos de bodas da sociedade israelita. Eram canções entoadas umas pelos noivos, e outras, por familiares e convidados (Jr 25.10; 33.11), os quais bailavam e cantavam durante os sete dias de duração dos alegres festejos nupciais (Gn 29.27-28; Jz 14.10,17).

O AUTOR

A menção de Salomão (1.1) induz a se pensar que aquele rei, filho de Davi e sábio entre os sábios, foi o inspirado poeta a quem devemos o Cântico dos Cânticos. Mas a esse respeito se deve assinalar que a frase hebraica traduzida por “de Salomão” tanto pode significar que ele foi o autor do poema como que o poema lhe foi dedicado ou, simplesmente, que Salomão é o personagem a quem o poema faz referência. Em um ou outro caso, o fato indubitável é que o nome do rei pesou de modo definitivo em favor de que Cântico dos Cânticos fosse incluído entre os livros sapienciais do povo de Israel.

COMPOSIçãO DO POEMA

No momento atual, a grande maioria dos especialistas está de acordo que o Cântico dos Cânticos, tal como tem chegado a nós, não é a obra de um único e determinado poeta. Trata-se, antes, de uma coleção de canções dos séculos V e IV a.C., compostas por pessoas desconhecidas para que o povo cantasse e compiladas, provavelmente, até o princípio do séc. III a.C. Portanto, não se deve supor nenhuma espécie de estrutura estabelecida de antemão como preparação da obra poética. A unidade literária de Cântico dos Cânticos e a coerência do seu pensamento não procedem de nenhum plano prévio, mas da ideia geral que presidiu, no seu dia, a compilação dos cânticos.

ESBOçO:

1. Título (1.1)

2. Cânticos (1.2—8.14)

a. Primeiro (1.2—2.7)

b. Segundo (2.8—3.5)

c. Terceiro (3.6—5.1)

d. Quarto (5.2—6.3)

e. Quinto (6.4—8.4)

f. Sexto (8.5-14)








Fonte Bíblia Ilumina Gold (adaptado)

 Imagem: Google

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

CULTO DOMÉSTICO- UM ALTAR DO SENHOR NO LAR



Estava hoje em minhas tarefas cotidianas e de repente o Espírito Santo me traz uma indagação à mente: Qual a importância do culto doméstico?

Desde pequena meus pais sempre fizeram culto doméstico comigo e com meus irmãos. Não sei meus irmãos, mas eu gostava muito. Lembro até hoje o hino que minha mãe gostava muito de cantar, 192 – Pelo Sangue - da H.C. Toda vez que escuto esse hino lembro dos cultos domésticos que participava quando era criança. E tenho certeza que o Senhor se alegrava muito.
Hoje, depois de jovem, continuo fazendo os cultos domésticos, e quando formar minha própria família, quando isso acontecer, se Deus permitir, quero dar continuidade dos cultos domésticos em meu novo lar.
Como tem sido bom fazer os cultos, louvamos com hinos, meditamos na palavra e oramos ao Senhor. Depois de um dia agitado e estressante nada melhor do que parar um pouco e separar aquele momento exclusivo com Deus. Aqui em casa costumamos fazer na parte da noite, mas muitos gostam de fazer antes das tarefas e isso é muito bom.
Depois de acordar faço minha oração e leio uma passagem bíblica e no decorrer do dia a dia continuo ligada com o Senhor. Colocamos hinos, oramos e continuamos as tarefas, mas quando chega a anoitecer é o momento em que nos reunimos para juntos louvarmos o nosso Senhor.
Como é importante os cultos no lar, digo isso por experiência própria, quantas vezes estava precisando de ser alimentada espiritualmente, de um consolo e na hora do culto doméstico receber o que precisava. Quantas experiências espirituais já tive nesse momento de culto no lar. É muito especial! Deus sempre se fez presente juntamente com Seus anjos, recebendo o nosso louvor.
Quando deixamos de fazer por algum descuido já sentimos a diferença aqui em casa e o Senhor já nos desperta para voltarmos a realizar os cultos. A presença do Senhor é notória e a nossa fé a cada dia é aumentada e sentimos que recebemos a porção de cada dia que precisávamos para o dia seguinte. Deus é fiel!! Quantos testemunhos ouvimos de pessoas que tiveram grandes experiências com Deus quando realizava o culto no lar. Não troco o culto doméstico por nenhuma distração que esse mundo possa oferecer.
E em nossa casa sempre tem cultos para glória de Deus. Tanto do culto com os irmãos da igreja que vem cultuar ao Senhor conosco, pois em breve, se Deus quiser, ao lado de nossa casa será inaugurada uma eleita do Senhor, e o culto infantil, que realizo com algumas crianças daqui da vizinhança. Dá pra se notar que o Senhor não quer de jeito nenhum que sejam cessados os cultos em nosso lar.

Mas, o que a Bíblia fala a respeito dos cultos no lar e qual a necessidade de ser realizado?

O Senhor deixou mandamentos para o seu povo obedecer e serem cumpridas. E, Ele ensinou que precisava passar todas as suas ordenanças para os filhos para não serem esquecidas. E em qual lugar os pais mais passam com os filhos? Em casa. É de casa que deve vir os ensinamentos e nada melhor do que reunir a família e meditar nos ensinamentos do Senhor.
Vemos quantos lares cristãos estão sem disciplina. Crianças dando trabalho para os pais nos cultos nas igrejas, sem comportamento, e isso tudo é a falta de ensinos bíblicos no lar.

Ensina à criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se há de afastar. Provérbios 22:6

Precisa passar para os filhos os ensinos do Senhor como Ele ordenou à Israel passar para seus filhos para que aprendam e saibam das maravilhas que Deus já fez e ainda faz, e, crerem somente no verdadeiro Deus.
O inimigo está infiltrando nas escolas, filmes, desenhos suas artimanhas e se a criança não ter em seu coração a semente plantada da Palavra de Deus fácil ela será enganada do inimigo. E caso venha acontecer, ela terá em seu coração os ensinamentos que aprendeu.
Líder espiritual não existe apenas na congregação, mas também em nosso lar, pois o pai de família é o líder espiritual de seu lar e precisa passar para sua família as doutrinas e ensinos de Cristo. Precisa ensinar, exortar e nada melhor quando se reuni para meditar na Palavra de Deus.

Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.
E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.
Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos.
E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.
Deuteronômio 6:4-9

O culto doméstico é somente para casais que tem filhos?

Culto doméstico não é somente para aqueles que tem filhos, mas para todos os servos do Senhor. Precisamos sempre separar um momento do nosso dia para cultuarmos a Deus. O culto a Deus começa em nossos lares e não na igreja (templo feito por mãos humanas).

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:1,2

Termos uma igreja para congregarmos é muito importante para estarmos reunidos com os outros irmãos, edificarmos uns aos outros e participarmos da Santa Ceia. Mas...Somos à igreja! Templo do Espírito Santo. Então, Deus também quer que em nosso lar haja momentos de adoração para Ele. Podemos fazer nossas orações individuais, mas precisa ter momentos de oração coletiva, união dentro do lar. E isso agrada muito ao Senhor do lar.
No Novo testamento, nas cartas do apóstolo Paulo, existem relatos de que os cristãos da igreja primitiva também realizavam cultos em seus lares, na verdade muitas igrejas foram organizadas vindo de cultos em lares, como até hoje se sabe.

a Ápia, nossa irmã, a Arquipo, nosso companheiro de armas, e à igreja que se reúne em tua casa. Filemom 1:2

Saudai os irmãos de Laodicéia, como também a Ninfas e a igreja que está em sua casa. Colossenses 4:15

Saudai também a comunidade que se reúne em sua casa. Saudai o meu querido Epêneto, que foi as primícias da Ásia para Cristo. Romanos 16:5

As igrejas da Ásia vos saúdam. Áquila e Prisca, com a comunidade que se reúne em sua casa, enviam-vos muitas saudações. 1 Coríntios 16:19

E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo.

Precisa-se fazer do culto doméstico algo cotidiano e obrigatório. Considerá-lo um altar do Senhor no lar. 


Para complementar, irei compartilhar as “10 razões para o culto doméstico”:

10 razões para o culto doméstico
1. Porque nos dispõe para enfrentarmos as tarefas diárias com um coração mais alegre, torna-nos mais fortes para o trabalho, mais dedicados ao nosso dever e predispõe-nos a glorificar a Deus em tudo que fizermos. Ler Colossenses 3.17.
2. Porque nos dá força para enfrentarmos o desânimo, as decepções, as adversidades inesperadas e as frustrações com que nos deparamos. Ler Hebreus 2.18.
3. Porque nos torna mais cônscios, no decorrer do dia, da presença reconfortante do Deus que nos ajuda a vencer pensamentos impuros e outros inimigos quaisquer, que porventura vierem atacar-nos. Ler Filipenses 4.4-7.
4. Porque o culto doméstico suaviza as asperezas do relacionamento no lar e enriquece grandemente o convívio em família. Ler Efésios 6.1-9.
5. Porque esclarece os mal-entendidos e tende a aliviar as tensões que por vezes invadem o ambiente sagrado do lar. Ler Romanos 12.9-11.
6. Porque o culto doméstico ajuda a manter na fé os filhos que saem de casa, afastando-se da influência dos pais. Na maioria dos casos, é o culto doméstico que mais tarde irá determinar a salvação de filhos de lares crentes. Ler  II Timóteo 3.15-17.
7. Porque ele poderá ter influência sadia e santa sobre as pessoas que possam estar visitando a família. Ler Romanos 14.7-9.
8. Porque o culto doméstico faz de um lar exemplo e estímulo a outros lares, para que tenham a mesma vida de devoção e adoração a Deus. Ler Atos 2.46,47.
9. Porque a palavra de Deus ensina que devemos fazer o culto doméstico. Ao obedecermos a Deus, estamos dando honra àquele que é o doador de todo o bem e fonte de toda a benção. Ler Romanos 12.1,2.
10. Porque o culto doméstico reforça o trabalho pastoral e, além disso, estimula em muito a participação na Igreja. Ler Romanos 15.6-7.

Tamyres Valença
Imagem: Google, montagem do blog 




quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Verdadeiramente és o Filho de Deus!



Devemos estar sempre orando e buscando ao Senhor e certa vez aconteceu que quando me veio desejo de orar, eu falei: Eu vou orar! Porém, eu me distraí e fui passar roupa. E de repente o Espírito Santo falou ao meu coração: Você não vai orar?
Eu ouvi a voz do Espírito Santo me despertando para ir orar. A voz dEle foi tão impactante que eu até parei por um momento, e, logo corri para ir orar. Mas, antes de ir orar o Espírito Santo abriu para mim na passagem de Marcos 6:45-52. Uma palavra que veio realmente para me confortar, pois estava sentindo ventos contrários vindo em minha direção.

Em Marcos capítulo 6, o Senhor Jesus havia se despedido de uma multidão e foi para o monte orar. Mas, enquanto isso, ao meio da tarde, Jesus vê seus discípulos no meio do mar e via que eles estavam com dificuldade para remar, porque o vento lhes era contrário. 
E de madrugada(3:00h ás 6:00h), veio ter com eles, andando por sobre o mar e ia passar adiante deles. Porém, eles vendo-o andar sobre o mar, pensaram que era um fantasma, mas o Senhor lhes disse: Tende bom animo! Sou eu. Não temais!

 E no livro de Mateus 14.22-33 relata que Pedro disse: Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E Jesus disse: Vem! E Pedro descendo do barco, andou sobre as águas e foi ter com Jesus. Porém, começou a reparar a força do vento e teve medo. E começou a afundar, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, porque duvidastes? Subindo ambos para o barco cessou o vento. E os que estavam no barco o adoraram, dizendo: Verdadeiramente és o Filho de Deus!
Glória Deus...

Nós estamos em um "barco" no meio do mar indo para um destino, mas, de repente ventos contrários vem em nossa direção e nos deixa apavorados, sem saber o que fazer.
Mas, o Senhor, como nunca nos deixa só, está sempre nos observando, seja qual for a situação. E Ele muitas vezes só nos observa, mas o Mestre sempre age em nosso favor e faz aquilo que não podemos fazer. Então, Ele aparece e nos traz um conforto. E nos chama para andar com Ele sobre as águas, pois mesmo com os ventos contrários com Jesus podemos andar sobre o “mar”. Se olharmos para as dificuldades, teremos medo e nossa falta de fé nos "afunda", mas o Mestre estará por perto para nos estender a mão, nos levantar e acalmar a tempestade... e assim, veremos o poder de Deus agir em nossas vidas. Pois, o Mestre está tanto dentro do barco como fora e tem o domínio de toda a situação, porque Ele verdadeiramente é o Filho de Deus!!



Tamyres - Blog Jesus Cristo está voltando
Imagens: Google



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...